Portugues English
Procurar
Meu login
Fale conosco!
 
Suas Compras
Carrinho com :
0  0 itens
 
 
 
Seções
Cachaça (4)
Cachaça Personalizada
Camisetas
Certificado
Estojos
Barril
Chaveiro

"TecnoBebida Award 2008"
 


Empresa Finalista
Categoria : Produto mais inovador


Nossa Empresa
O Produto
Nossas Cachaças
Como Pagar?
Como Receber?
Cliping - Noticias
Blog da cachaça

O Produto



A História da "Cana Crioula"

O ciclo da cana-de-açúcar, na história econômica do Brasil, está marcado por São Vicente, onde foi instalado um engenho pioneiro em 1532. Por iniciativa de Martim Afonso de Souza, donatário da capitania de São Vicente, vieram da Ilha da Madeira as primeiras mudas da cana crioula, que encontraram no litoral o clima e o solo adequados à rápida produção.

Foi em Pernambuco, porém, que ela floresceu, encontrando condições ideais para seu desenvolvimento nas terras úmidas em massapê, que durante três séculos, foi a variedade dominante cultivada em Pernambuco.

No início do século XIX, a cana crioula foi substituída pela cana caiana, quando os portugueses trouxeram essa variedade da Guiana Francesa e a introduziram aqui. Só depois foram sendo introduzidas variedades híbridas, oriundas das Antilhas, da Índia e da Indonésia

No entanto, a cana crioula extinguiu-se devido à alta suscetibilidade ao vírus-do-mosaico.

Posteriormente, as canas-nobre, foram introduzidas no início do século XIX. No Brasil, uma das principais cultivares era conhecida como caiana. Por sua vez, esses clones de maior teor de açúcar, em relação às canas crioula, tiveram a área de cultivo aumentada; e por volta da metade do século XIX, as canas-nobre constituíram a principal base para a indústria do açúcar no mundo, bem como no Brasil.


A Cor

A Cachaça Cana Crioula, apresenta a coloração preta, objetivando a diferenciação de um produto nobre. Até então se pedia uma branquinha ou uma amarelinha nos bares. Hoje você também pode pedir uma pretinha”.
“Se podemos escolher entre um chocolate preto ou branco, porque não termos uma cachaça com a mesma diferenciação? Até café branco já existe nos Estados Unidos”.
A cachaça preta pode ser degustada em drinques especiais ou exóticos, que mantém o sabor tradicional e exploram a nova apresentação.
Pura, deve ser servida em temperatura ambiente ou supergelada, condição que a transforma em uma bebida licorosa e de sabor macio, destacando o sabor das madeiras.


O Diferencial

A Cachaça Cana Crioula, tem por objetivo quebrar o paradigma da tradicional cachaça "branquinha" ou "amarelinha", inovando com uma embalagem autêntica e diferenciada, além de trazer um excelente produto, com caracteristica própria e única obtida pelo envelhecimento em duas madeira, o Carvalho e o Jatobá

Sua macies é inegualavel, e o diferencial encanta os mais exigentes apreciadores da bebida.

 

 
Indique a um amigo
Drinks Especiais
 
 
Home  |  Carrinho de compras  |  Realizar pedido  |  Login  |  Fale conosco!